Das descobertas tardias: Frank Black and the Catholics

photo_2

Frank Black and the Catholics é o disco. Frank Black and the Catholics, a banda. O ano é 1998.

Quando eu encontro um disco assim, como esse debut do Frank Black and the Catholics, sinto um misto de êxtase (por tê-lo encontrado) e arrependimento (por não tê-lo encontrado antes). DISCÃO.

Sou muito fã dos Pixies mas nunca tinha reparado o quão bom, e às vezes até melhor (como no caso desse disco), é  o trabalho solo do Frank Black.

Algumas curiosidades: o disco foi todo gravado ao vivo, em 2 dias; na verdade era pra ser apenas uma demo, mas se transformou numa obra prima; a ordem das músicas obedece a uma sequência alfabética dos seus nomes; é o primeiro disco do Frank Black com a banda The Catholics – lançaram mais alguns 5 ou 6 (não sei exatamente) depois; e é o primeiro álbum a ser disponibilizado comercialmente para download. TÁ BOM OU QUER MAIS?

É punk, é pop, tem country, tem berro, tem guitarrão, tem melodia e todas as músicas são boas. Nem dá pra escolher a preferida.

Anúncios

Sobre Paulo Henrique Moraes

sempre entre a palavra e a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: