Das descobertas tardias: The Replacements

Imagem

Don’t Tell a Soul é o disco. The Replacements, a banda. O ano: 1989.

Esse caso se trata de uma redescoberta. Estou reparando uma injustiça, pois, apesar de conhecê-los há muito tempo, nunca havia escutado a discografia da banda com a atenção que merece. Esse texto no Scream&Yell me fez parar para ouvir tudo – e amar tudo!

Nem é o melhor disco deles, nem é o que melhor representa a banda de Minneapolis, mas é o que me bateu mais forte por esses dias.

Como disse alguém em um dos comentários do texto acima citado, “Replacements é como assistir a um filme do John Hughes. É nostálgico sem soar deprê”.

Anúncios

Sobre Paulo Henrique Moraes

sempre entre a palavra e a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: