Desafio: semana 6 (de 06.01 a 12.02)

Mais outra semana fraca. Mês corrido, esse. Fiz alguns shows com a Velttenz, ensaio ensaio show show e nada mais. Fora uns dois pepinos enormes no trabalho. E fevereiro não acaba…

Discos:

Untimely Meditations – The Verlaines (2012)
Things Fall ApartThe Roots (1999)
*M B V – My Bloody Valentine (2013)

A volta da banda expoente maior do shoegaze no mundo. Depois de muitos anos, a banda voltou fazendo o que sabe, nada além disso. Aquela coisa toda: guitarras altas, distorções, loops, efeitos espaciais, viagens, psicodelia. É um disco atemporal e marcado pela estética. Muitos outras bandas que tocam shoegaze poderiam ter feito este álbum em 2013, mas só o My Bloody Valentine conseguiria (como fez) torná-lo tão único, afinal, eles são os papas do estilo.

my bloody

Filmes:

A Professora de Piano – Direção: Michael Haneke (2001)
Funny Games – Direção: Michael Haneke (1997)
A ilha – Direção: Michael Bay (2005)
*Naked Lunch – Direção: David Cronenberg (1991)

Um filme estranho do sempre estranho diretor canadense Cronenberg. Uma bela ode ao delírio e aos efeitos alucinógenos das drogas como ponto de partida para a criação artística. Adaptação do livro do também estranho Burroughs. O filme me pegou bem mais do que eu achava que iria pegar. Fora o caos de consciência e da história no filme, o que gostei mesmo foi a discussão sobre o artista e a sua relação com o criar.

Anúncios

Sobre Paulo Henrique Moraes

sempre entre a palavra e a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: